top of page
Buscar
  • Foto do escritorSindagua comunicação

Reunião com o novo presidente

O Sindágua esteve reunido na manhã do último dia cinco (05/09), na sede da empresa, com o novo Presidente, que tomou posse no dia 16/08, juntamente com dois assessores da presidência e a Secretária Geral da companhia.

Após dar as boas vindas ao recém empossado presidente, o sindicato iniciou sua fala com um panorama da qualidade e importância que tem nossa empresa pública, ressaltando que isso só foi possível pelas mãos das trabalhadoras e trabalhadores concursados e capacitados desta companhia. Logo em seguida, esta diretoria entrou na pauta da reunião, apresentando as demandas da categoria bem como apontando os caminhos para a solução.

Dando continuidade, o sindicato cobrou as contratações tão necessárias, bem como a urgência em se realizar novo concurso público, para a manutenção do patamar de qualidade alcançado pela empresa, que está ameaçado com a insistência em se manter escritórios fechados, a demora e o péssimo serviço das manutenções terceirizadas, a carência de operadores de estação, a demora geral em atender demandas dos clientes por falta de pessoal, entre outras questões.

Em resposta aqueles questionamentos, o novo presidente afirmou que novas contratações, bem como novo concurso, dependem de uma análise técnica das áreas responsáveis para se fazer o levantamento das necessidades da empresa, algo que já está em curso desde o ano passado. E sobre a reabertura dos escritórios, disse também depender de parecer técnico da área responsável, ou seja, a diretoria Comercial.

Foi cobrada a retomada da tão importante comissão do PCCS, para continuidade de todas as pautas pendentes deste tema. Em resposta, o assessor da presidência, e ex-presidente da extinta comissão, se prontificou a fazer o levantamento da documentação já produzida nos trabalhos realizados e submeter a apreciação do chefe da companhia.

O presidente afirmou ainda que veio com uma missão e que a companhia precisa se modernizar e se tornar lucrativa, pois o GDF não irá injetar dinheiro na mesma, fala esta que foi complementada pelo sindicato, relembrando que hoje o governo obtém milionários dividendos desta lucrativa empresa pública e que o caminho para a sua melhoria é o investimento no sistema e, principalmente, em sua força própria de trabalho, que é quem faz o excelente saneamento ambiental do DF acontecer.

Por fim ressaltamos que este primeiro momento foi importante para as apresentações e conhecimento de algumas realidades da empresa e que tanto o sindicato quanto o presidente se puseram a disposição para prosseguir com os debates necessários, portanto continuemos atentos a este novo ciclo que se inicia no saneamento público do Distrito Federal.

UNIDADE, RESISTÊNCIA E LUTA!!!

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page